Seguidores

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

OURO EM PÓ NA ESPIRITUALIDADE






Ouro em pó é saber se calar, diante das contendas que a vida nos apresenta, não tomar este ou aquele partido, mesmo sabendo a realidade dos fatos e quem tem ou não tem razão.



Ouro em pó é entender que tudo tem dois lados, que cada um vê uma questão de um ângulo diferente, que nem sempre o ângulo que enxergamos é o que o outro enxerga, e nem sempre o ângulo que visualizamos realmente existe podendo ser que imaginamos uma questão de forma fantasiosa ou até levados pela ansiedade de proteger aqueles que amamos ou nos são simpáticos.


Ouro em pó é ter certeza que se estamos com a razão em determinada questão em muitas outras não estamos, que se agimos de forma correta hoje nem sempre assim foi, que se corrigimos algumas falhas de nossa alma outras tantas ainda estão a espera de nosso reconhecimento e posterior correção.


Ouro em pó é ter a humildade de reconhecer que nós como os outros também somos merecedores de nos sentarmos no banco dos réus caso houvesse um julgamento da humanidade.


Ouro em pó é conseguir trazer para fora todo amor que carregamos e com ele abranger a todos que por nossos caminhos passem ou estão.



Ouro em pó é fazer o bem sempre sem se importar se para isto precisamos sair de nossa comodidade, de nosso aconchego, na certeza que fazer o bem é sempre a atitude correta seja para quem for, não importa, basta ser um SER vivente, criação Divina.



Ouro em pó é ter certeza que Deus enviou Jesus não para pregar esta ou aquela doutrina religiosa, mas para ensinar a humanidade que apenas e somente o AMOR puro nos redime e nos conduz aos caminhos divinos.



Ouro em pó é nós nos vencermos a nós mesmos, para conseguirmos caminhar rumo a evolução, pois somos nós os únicos adversários de nós mesmos, são as fraquezas de nossas almas que devemos vencer.



Ouro em pó é confiar com todo teu ser, com toda tua alma, tendo a certeza que sempre o Pai faz o melhor para ti e que o Mestre Jesus sempre nos conduzirá.





Apenas tente acumular este tipo de ouro em pó em teu eu maior, pois é este o único tesouro que poderás acumular para entregar ao Pai que tanto nos ama.


Fique em paz,




ditado pelo irmão da Paz,
psicografado por Luconi,

em 18-08-2015.

sábado, 29 de agosto de 2015

DEUS NÃO CASTIGA



Não espere que o Pai em sua misericórdia infinita, dê castigo imediato a qualquer irmão que cometa erro.


Mesmo porque o Pai não castiga, mas proporciona oportunidades para que a pessoa aprenda e nem sempre será necessário aprender no sofrimento, o Pai em sua infinita sabedoria proporciona a todos a forma correta de aprendizado, dependendo de cada um a forma como este aprendizado se apresenta.


Jamais se ensina a uma criança que dá os primeiros passos as primeiras letras, jamais ensinamos a uma criança que cursa as primeiras séries questões de álgebra avançada, tudo tem a hora certa, o momento certo.


Assim também é para nós, espíritos encarnados ou desencarnados, Deus jamais proporcionará certos aprendizados para um espírito que ainda engatinha  rumo ao entendimento das verdades Divinas, jamais aplicaria uma lição a alguém que ainda não conseguiu erguer a venda da ignorância espiritual, que não compreende os verdadeiros valores da alma.

Não o Pai esperará que este irmão no seu tempo certo vá devagarinho assimilando em seu espírito imortal sementes dos verdadeiros valores, para na hora certa a água da vida regar estas sementes e estas finalmente começarem a brotar, crescer e dar frutos.


Lembre-se a lição de Jesus que diz que há quem muito se deu, muito será pedido.

Quando maior o entendimento das verdades divinas, maior a responsabilidade do ser humano em andar no caminho correto, não errando e também servindo de água viva para muitos que ainda engatinham.



O Pai jamais erra, tudo tem a hora certa, tudo tem uma razão de ser, e nós em nossa pequenez devemos apenas confiar, como um bebê em seus primeiros passos confia na mãezinha querida e no paizinho amado.

O importante é cada um tentar melhorar o máximo, aproveitando cada ensejo que a vida lhe oferece, uma melhora que venha do fundo de seu eu maior, mas sempre com muita humildade em seu coração, pois sem ela o esforço de melhora será tempo perdido.



Que Jesus os ilumine sempre,



ditado por João de Albuquerque
psicografado por Luconi

em 18-08-2015

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

SATISFAÇÃO DA ALMA OU DOS SENTIDOS?



Na vida nesta terra muitos caminhos percorri,
alguns com grandes abismos,
outros com pequenas depressões,
outros tanto enganavam com uma extensa planície.

Em todos havia ciladas,
em todos encontrei espinhos e flores,
em todos havia uma razão para ali estar,
em todos o acaso era providencial.

Cada qual um aprendizado trazia,
toda lição trazendo duas soluções,
uma onde a solução era fácil,
outra onde ela era trabalhosa e difícil.

A fácil trazia-me imediata satisfação,
a difícil muitas vezes a satisfação não aparecia,
pelo contrário uma questão outra puxava,
e a satisfação era apenas íntima, da alma.


Com a imediata satisfação meus sentidos carnais se alegravam,
cada vez mais preso  num emaranhado de emoções,
a satisfação imediata se desvanecia como nuvem,
mais e mais eu almejava.


Assim fugindo de “ problemas “,
acomodado em viver a minha vida,
de repente me senti vazio,
estranhamente solitário estando cercado de gente.


Eu não sabia,
era a fome de minha alma,
que eu não alimentara,
estranhamente a consciência passa a me cobrar as soluções fáceis.


Tarde demais, a vida passara,
quem se importaria comigo,
se eu representava agora a solução difícil,
a solução difícil para quem me abraçasse.

Mas Deus a ninguém desampara,
muito menos aos doentes de espírito como eu,
minha doença era o egoísmo que abafava o amor,
e santas mãos para mim se estenderam.


Eu era a lição em sua vida,
mas ela escolheu a solução mais difícil,
a fácil seria as costas virar,
com isto semeou em mim o amor fraterno.


E eu tardiamente aprendi,
que não é para satisfação dos sentidos esta vida,
mas sim para conseguirmos vencer as doenças do espírito,
reconhecer o erro foi o primeiro passo.


Os outros passos,
só em outra vida  
comecei a dar,
muitas foram necessárias.


Ainda hoje luto,
para me tornar merecedor,
daquelas mãos estendidas,
tornando-me digno de ser um discípulo,
de Cristo Nosso Senhor.



ditado por Gilson Gomes
psicografado por Luconi

em 18-08-2015

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

NÃO EXISTEM CULPADOS NEM INOCENTES





As calunias que bocas vãs semeiam, as injurias ao vento lançadas, os falsos julgamentos daqueles que vestem a toga da justiça que eles mesmos confeccionaram, os que abraçam uma verdade ou tomam partido sem realmente saber os fatos em sua total íntegra, estes todos meus irmãos semeiam a dor no coração de muitos, angariam para si inimigos e ainda dores para o futuro seja nesta vida ou na espiritualidade, ou talvez quem sabe para outra existência terrena.


Tem um ditado antigo que diz “quem com ferro fere com ferro será ferido” e este é a mais pura expressão da verdade, pois tudo que semeamos na hora certa colheremos, o bem com certeza na espiritualidade colheremos os frutos, o mal infelizmente a colheita é mais lenta, pois só colheremos os frutos de fel que plantamos quando nossos espíritos estiverem preparados para entenderem a lição.



Deus em sua infinita misericórdia jamais permite que alguém sofra por algo que ainda não entende, algo que ainda seu espírito está na ignorância, isto de nada adiantaria, ele só se revoltaria, poderia perder a fé que possa possuir.

Não o Pai é justo, é misericordioso e nos ama infinitamente, espera o espírito chegar no estágio de algum entendimento  dos bons princípios, nas leis que Ele mesmo nos ensinou, para não castigá-lo, mas sim, ensiná-lo e se para isso for necessário que este espírito vivencie o sofrimento que causou em alguém assim será.



Jamais o Pai nos faz viver uma situação por castigo, erra quem assim pensa, erra quem assim propaga,   Ele sempre nos proporciona todas as formas de aprendizado, com certeza, o sofrer na pele será sempre quando o amor não conseguiu fazer o indivíduo despertar.



Você Erra se o seu coração está oprimido porque quem te caluniou galga aparentemente degraus na vida e você ainda está no sofrimento.


Erra por não ter perdoado, erra por desejar o castigo ao irmão infeliz, erra por não entender que este irmão precisa de ajuda e que a única coisa que deves desejar e pedir ao Pai Eterno é que este irmão tenha a venda da ignorância levantada, que as sementes de amor milenares plantadas em sua alma germinem para que a sua consciência comece a ter entendimento dos verdadeiros valores da vida.



Siga em frente, aproveite cada bênção que o Pai coloca em seu caminho, acharás todos os dias muitos presentes Divinos que você não consegue reconhecer ou dar o devido valor.


Se não consegue ajudar a um irmão, então por ele ore ao Pai.


Se não consegue perdoar, ore ao Pai para lhe ajudar a fazê-lo.



Enquanto isso não acontecer evite firmar seu pensamento no irmão que te feriu, toda vez que nele pensar desvie o teu pensamento orando ao Pai em silêncio com fervor, desejando perdoar de todo coração e de toda alma por amor a Jesus que aos seus algozes perdoou.



Viver é fácil, o difícil é aceitar as nossas imperfeições e as imperfeições de nossos irmãos, difícil é julgar nossos irmãos com o mesmo peso que nos julgamos, o dia que fizermos isto, chegaremos a conclusão que não existem culpados ou inocentes, ficaremos envergonhados perante o Pai e abraçaremos toda humanidade igualmente, um dando a mão para o outro, um ajudando o outro na sua falha, sendo cada falha diferente uma da outra, mas todas iguais no peso, e neste dia estaremos seguindo o exemplo de Cristo Jesus e só então aprenderemos realmente.



Que a paz do Cristo os envolva



ditado por Áspargos,
psicografado por Luconi

em 17-08-2015